Abastecendo a adega para o inverno

29/05/2020
Abastecendo a adega para o inverno

Abastecendo a adega para o inverno
Sommelière dá dicas para se preparar para os dias mais frios
 
À medida em que os dias vão passando, é cada vez mais convidativo pensar nos vinhos e espumantes que irão abastecer a adega para degustar nos dias mais frios acompanhados de um bom prato. É hora de se preparar para as baixas temperaturas que se aproximam e, para enfrentar o inverno bem abastecido, a sommelière Alexandra Mezzacasa sugere a seguinte proporção entre os rótulos: 30% de vinhos tintos estruturados, 40% de vinhos tintos leves, 20% de brancos e 10% de espumantes.
Com diversas linhas de produtos, a Courmayeur possui rótulos que harmonizam com momentos que vão desde happy hour descompromissado a refeições que pedem rótulos mais encorpados. Veja, a seguir, as dicas da profissional:
 
- Vinhos tintos estruturados e com um período de maturação em barricas, além de nos aquecer mais, são ótimos para acompanhar as comidas típicas de inverno. Em geral, essas receitas são mais condimentadas e densas e, por isso, casam bem com vinhos que tenham esse mesmo peso. Exemplos de pratos que pedem este tipo de vinho são polenta mole com ragu de linguiça, risoto de carne seca e abóbora e lasanha à bolonhesa. Dica: aproveite para escolher vinhos elaborados com variedades de uvas menos convencionais, como o Essencial Ancellotta e o Essencial Marselan.
- Vinhos tintos leves, frutados e com taninos macios são curingas. Eles agradam facilmente a toda a família e ainda acompanham muito bem os caldos e sopas cremosas, tão consumidas durante a estação mais fria do ano. Por serem vinhos menos complexos, também vão muito bem acompanhando as tradicionais comidas de delivery: pizza e hamburguer. Aqui a sugestão são o Acclamé Cabernet Sauvignon e o Acclamé Merlot
- Vinhos brancos, especialmente elaborados com a uva Chardonnay, com estágio em barricas também devem ser considerados. Estes vinhos geralmente são mais volumosos e cremosos em boca, e trazem notas que lembram baunilha e manteiga. Essas características fazem deles ótimas companhias para um fondue de queijo ou para acompanhar massas com molho branco. Dica extra: este estilo de vinho branco não precisa ser consumido tão gelado. A dica é o Essencial Chardonnay, com cinco meses de passagem pelo carvalho francês.
- Mesmo que a estação seja fria, sugiro sempre ter um espumante como carta na manga. É normal em meio ao frio, uns dias de calor aparecerem repentinamente. Aí a dica é ter espumantes secos (nature, extra-brut, brut e demi-sec) para acompanhar uma tábua de pães e frios, e um moscatel para servir junto de bolinho de chuva ou de panqueca de doce de leite.
Entrega gratuita e e-commerce
Durante o período de distanciamento social, clientes de Garibaldi e Carlos Barbosa podem solicitar a entrega a domicílio em horário comercial. O serviço está disponível para pedidos de duas caixas ou mais, sem cobrança de frete. Os pedidos podem ser feitos pelo telefone (54) 3463.8517.
O catálogo de produtos também está disponível pelo e-commerce, através do link https://www.cavesdobrasil.com.br/marca/vinicola-courmayeur-14. Além disso, os vinhos e espumantes Courmayeur podem ser adquiridos em lojas físicas em diversas cidades do país.

Posts recentes

Semifredo de Nutella - Receita e Harmonização
19/05/2020
Semifredo de Nutella - Receita e Harmonização
Leia Mais