Carré de Cordeiro ao forno - Receita e Harmonização

01/05/2020
Carré de Cordeiro ao forno - Receita e Harmonização

Uma sugestão de receita super especial, da FoodBlogger Patrícia Zucco (não deixe de conferir o Zucca Gastrô) e harmonização pela premiada sommelière Renata Formolo, do projeto Dolcetto – Vinho Sem Frescura.


Carré de cordeiro ao forno
Sugestão: Patrícia Zuco
Serve: 4 pessoas
 
Ingredientes:
1 carré de cordeiro inteiro.
 
Tempero:
2 colheres de sopa de vinagre branco
2 colheres de sopa de azeite de oliva
5 dentes de alho
1 colher de chá bem cheia de orégano desidratado
2 folhas de louro
1 colher de chá bem cheia de sal
 
Modo de fazer:
1. Coloque todos os ingredientes do tempero no liquidificador e processe até virar uma pasta.
2. Em um prato de louça ou refratário, tempere toda a carne e leve à geladeira por apenas uma hora. Atenção: não deixe mais do que duas horas.
3. Pré-aqueça o forno a 200ºC (médio-alto).
4. Disponha a carne em uma forma e cubra com o restante do tempero que ficou no prato.
5. Leve ao forno por 30min ou até cozinhar bem.
6. Retire do forno e corte os carrés de dois em dois ossos e sirva entrelaçados no prato, se for empratar.
 
Para servir e acompanhar:
Neste prato, servi purê de aipim e pesto de hortelã. Ficou delicioso! Para o pesto de hortelã, processe no liquidificador duas xícaras de folhas de hortelã, uma xícara de azeite de oliva, 10 amêndoas sem sal, sal e pimenta a gosto, sendo que as folhas entram por último.
 
Dicas da Zucca:
1. Outras combinações perfeitas para o carré de cordeiro: polenta mole, purê de mandioquinha, risoto de queijo brie e menta ou purê de aipim.
2. Este tempero também cai super bem com pernil de cordeiro. Nesse caso, para um pernil, dobre a receita de tempero e use injetora ou faça cortes nele e insira tempero por dentro. Não tente na churrasqueira ou grelha, não funciona. Precisa ser no forno.
 
Harmonização:
O sabor característico da carne de cordeiro precisa de um vinho com uma boa estrutura, que melhor se relacione com a suculência deste clássico, e que combine com os aromas das ervas utilizadas da preparação, que serão exaltados quando estiverem dourados. Precisamos levar em conta também os acompanhamentos e molhos utilizados. Se optar pelo purê de aipim ou mandioquinha, a sugestão é o Courmayeur Essencial Marselan. Se a escolha for polenta mole, escolha o Courmayeur Essencial Ancellotta, que ficará surpreendente, graças a sua harmonia e complexidade.

Posts recentes